Friday, July 06, 2007

das 13:02 às 14:46

Avenida dos Aliados
13:02 Crazy summer. É verão! Torreira... 1 homem enfia-se de sapatos no tanque, senta-se num degrau, molha o cu, pois então. Não parece preocupado. 1 miúda está enfiada dentro de água de cuecas e t-shirt, eu hoje vou almoçar aqui, e tenho sombra. Mas está tão abafado...

vários turistas sentam-se ao sol, tantos. Eu e 1 velhinho à sombra.



Pão com queijo, iougurte líquido e água...

Pré-Conceito> a avenida tem pouca sombra, ninguém cá fica + de 5m. As mulheres usam menos o espaço público.

(nota2) 1 mulher só à sombra. 1 casal sentado no banco de granito, ao sol. 2 mulheres numa mesa 1.2.3. mexem em sacos 4.5.6. vejo pão 7.8.9. talvez fiambre também 10.11.12. comem.

13.15 senta-se uma jovem, sozinha a 1 mesa ao sol, bebe água por uma garrafa, olha para o telemóvel.

13:25 Acabo a minha sande... não, não é agradável comer aqui. Porque é que me sinto desprotegida a comer no espaço público, no meio deste grande espaço aberto?
Será resquício de algum instinto de sobrevivência (rio p/dentro) os portugueses não come na rua... como diria a Natércia, parece mal!

(nota3) Estão 5 mulheres, sós, em vários pontos desta esplanada /comigo incluída/ 3 de meia idade, 2 jovens... + as 2 mulheres que almoçam.

1 mulher e 1 miúdo enfiam-se no tanque c/ ar de praia. parece grávida. Uns minutos, pézinhos molhados e aí vão eles... ah! como são felizes!

(nota4)
13:37 nem tempo tive para apontar, senta-se e levanta-se uma mulher...

1 rapaz entretanto senta-se numa sombra c/ 1 pacote de papel na mão, come dele c/ 1 colher.

1 rapariga c/ cabelo dourado senta-se ao sol>fotografa 1 velho que atravessa a avenida tropego mas rápido... mt branca- turista!

O sol queima!

O moço limpa a boca e sai, o saco de papel era do Macdonalds

as pombas ficam mesmo com 1 ar desgraçado quando saem da àgua. q feia... baza!

(nota5)
13:45 ... mudar a cadeira (dentro do possível)

O monumental parece parte duma Gotham city abandonada... bem o Axa tb, mesmo ao lado.

Ainda os mesmos, as 2 mulheres q almoçavam, a rapariga do cabelo de ouro, 1 senhora só à sombra, 1 senhor que lê o jornal, 1 casal de meia idade que conversa.



A rapariga olha para os braços. Pois... vai-se queimar... muda para a sombra.

Agora estamos todos à sombra.

1 t\ao pink dourado como ela aproxima-se c/ 2 garrafas de água, descem juntos a avenida.

Vão-se embora tb as senhoras e o casal.

(nota6)
13:55 1 mulher só à sombra, mexe na carteira, desembrulha >come!

Ah! Afinal queremos todos + bancos, + árvores, + sombras, queremos comer as nossas merendas fora...
Junta-se-lhe um rapaz... Come!

14:00 1 carrinha da C:M estaciona na Av. ao lado do tanque. Deixo de ver o casalito que comia.

Olha p/ o tanque, ergue os braços abertos ao nível da cintura... que terá visto que não gostou?

Tira uma 'rede' da carrinha... veste umas calças de pescador.

(nota7)
14:10 No teatro do mundo as coisas são assim sincronizadas também... O funcionário entra, com as galochas de pescador à altura do sovaco, dentro do tanque e neste momento 3 miúdos, quais 'los 3 amigos' sobem a avenida. Calções de banho, chinelos de por o dedo.

-Oh senhor! Podemos?


com a rede limpa o lixo do fundo do tanque. Os miúdos ficam nos degraus, pés na água, já sem t-shirts.

(nota8)

-essa é uma rede de apanhar peixes, não é?

ele não está para conversas... não resistem, entram...

a senhora que estava há mt tempo vai embora, não sem antes ir ver o que anda a fazer a canalha...

atiram as t-shirts para a água, que ainda há bem pouco tempo tentavam manter secas.

O funcionário sereno, concentrado no fundo do tanque.

Mergulham, chapinham, um deles que começa todas as frases com 'Olha' diz
-Olha, a água parece mais boa, que fresquinha!

(nota9) as crianças fazem as 'pessoas' felizes. Passam yupies, grupos, e é sorriso de orelha a orelha

-Então, a água está boa?

14:22 quais golfinhos,mergulham,chapinham as pessoas q passam. Risos.
tentam sacar explicações do senhor que limpa o tanque.

- O senhor é nosso amigo!

acho que ele lhes diz que a água está porca. Ou não!




chepum! + um mergulho em sua honra.

2 mulheres sentam-se à sombra. Fumam.

(nota10)
14:30 Sou agora a única sentada. bebo uma garrafa de água de uma assentada.
querem ajuda-lo, atiram cascalho para fora... chegam + 2 miúdos. 1 de bicicleta. despem-se... o senhor fora do tanque, tira as calças de pescador. É a festa! (precipito-me, risco a última frase)serão amigos? estão mais calmos, avaliam-se.

em volta tudo vazio. vou embora.

2 comments:

Angelo FS said...

Então, e tu? Não foste ver se a água estava boa? :)
Muito bom trabalho!

carla said...

um dia atiro-lhe umas pastilhas de cloro e aí vou eu :-P

 
Free counter and web stats