Friday, August 31, 2007


uma iniciativa do Porto Lazer... ou como o espaço público não é assim tão público --- parece ser esse o caminho ...menos bancos públicos, praças, fontanários, sombra de árvores e cada vez mais esplanadas... a comercialização do espaço público... para quem quer sentar-se na rua, ver as modas passar, daqui a nada só consumindo...

9 comments:

gato pardo said...

merecia uma manifestação sentada. vamos todos levar banquinhos ou cadeiras e fazer a nossa própria esplanada, sem consumo obrigatório, pela cidade fora! farnel facultativo!

Angelo said...

Grande ideia gato pardo! Já estou a ver a coisa: uma esplanada improvisada, provisória e ilegal, uma merenda grátis e partilhada, um verdadeiro ataque de tendeiros... Assentamento dos sem-esplanada (MSE), já! Que escândalo. :-D

gato pardo said...

e que seja mesmo a chatear. ao lado do majestic como no meio de um baldio. muitos, com mesinhas e tudo. esplanadas DIY. toca a inventar banquinhos de cartão e mesas portáteis!

gato parvo said...

era bom mostrar que a cidade ainda é nossa... ainda é?

Anonymous said...

Bando de gatos baldios ;-)

carla said...

vamos lá... botellón como os nuestros hermanos, mesas e cadeiras de praia, toalhinhas aos quadradinhos ... é um reclaim the squares...

Angelo said...

:-D
Uma das ultimas leis de Aznar, antes de explodir a sua vida politica na guerra do Iraque, foi proibir o "botellon". O governo socialista näo mexeu no assunto... Està mais que na hora de reclamar as praças, as ruas, os becos mal-cheirosos, os tanques de àgua fresca, as pistas de carrinhos, os teatros de fantoches, etc. etc.

salsicha fresca said...

eu uso uma daquelas bancas móveis com alças e vendo cigarros e biscoitos e lanço charme aos transeuntes

litcha sparletta said...

em breve faço o apelo público :-D

 
Free counter and web stats